Marketing de Terrorismo

 

terror1

Mais um nome bélico para uma Técnica de Marketing

Marketing de Terrorismo

Terrorismo na ascensão da palavra, designa-se por, acto de aterrorizar, criar terror seja ele físico ou psicológico.

Politicamente, são aplicados de terroristas, facções étnicas, minorias independentista, povos dominados ou colonizados, a definição política de quem é terroristas depende inclusive do lado do prisma por onde se vê.

Como é complicado saber quem aterroriza quem!

No que refere a esta Técnica de Marketing os pressupostos basilares da mesma assentam, nos princípios de uso do Marketing de Guerrilha. Sendo estes, os reduzidos recursos para encetar grandes campanhas de Marketing, a grande diferença é a forma e os meios para atingir o mesmo fim, chocar, criar o maior efeito psicológico possível para que possa afectar o alvo da acção.

O uso de ferramentas como a surpresa a mudança a velocidade o risco fazem desta técnica, um óptimo atalho para o reconhecimento de marca num publico alvo muito especifico, com o aproveitamento da campanhas organizadas de outras marca, atacando a sua base e revertendo o impacto da campanha do seu legitimo dono para a marca que pratica o ataque terrorista.

Exemplo: Jogo da final do Campeonato de Portugal com FCP vs SLB quanto custa estar presente nessa final em meios tradicionais?

Alguém se lembra de convidar 50 beldades vestidas de forma provocante para assistirem ao jogo e promoverem a marca de forma provocante e completamente inesperada, com coreografias etc..(usem a imaginação).

Quem vai atrair a atenção do estádio?

O efeito será no mínimo chocante, estrondoso, mediático e com um custo bastante mais comedido, que a publicidade estática que as restantes marcas pagaram.

É claro que isto funciona 1 vez.

É isso o cerne do terrorismo uma vez de forma inesperada, chocante e estrondosa.

Esta técnica é toda ela de índole subversiva, e tanto pode ser utilizada para chocar o consumidor levando este ao reconhecimento de marca, em suma a cumprir o objectivo da acção ou como no intuito de denegrir prejudicar deliberadamente um concorrente.

Os cuidados a ter com este tipo de técnica, deverão ter em atenção os reflexos do que acontecem com as acções terroristas reais.

Vamos criar paixão por uns, e claro ódio por outros. Isto pode ser bom ver Marketing Trial

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: